Marketing digital é tudo isso?

Se você quer começar a utilizar o marketing digital em sua empresa, recomendo que comece fazendo uma análise do quanto você valoriza as pessoas e como você as enxerga no processo organizacional. Depois, entenda sobre marketing, princípios fundamentais de marketing como produto, serviço, segmentação, público, distribuição, promoção, satisfação, fidelização.

O que algumas pessoas chamam de marketing digital não passa, na verdade, de práticas consagradas de marketing utilizando tecnologia da informação, automação de processos, sistematização de tarefas, ou seja, marketing “no ambiente” digital. Em resumo, o que existe é o bom e velho marketing usando os recursos do ambiente digital.

Como existem muitas ferramentas tecnológicas (e continuam lançando) para auxiliar os profissionais nas tarefas de marketing, algumas pessoas focam apenas no uso das ferramentas e chamam o uso dessas ferramentas de marketing digital. Sinto muito em lhe informar, mas não é.

Usar Facebook e Instagram não é fazer marketing digital. O marketing é uma visão empresarial que coloca o cliente no foco do negócio. É mais que um departamento e muito, mas muito mais mesmo do que publicar um post patrocinado. Requer planejamento, estabelecimento de objetivos claros, definição de missão, posicionamento da marca, valores, metas, alinhamento com a estratégia corporativa de longo prazo e muito mais.

Tudo começa no planejamento. No meio do processo é detectada ou não a necessidade de usar as mídias digitais para cumprir tarefas específicas de marketing, por exemplo:

  • Publicar narrativas sobre temas que tenham a ver com os valores da marca, com aquilo que a organização acredita, o nome disso é storytelling ou branded content;
  • Distribuir de modo voluntário conteúdos que possam ajudar as pessoas a resolver problemas (e com isso conquistar autoridade naquele assunto), o nome disso é inbound marketing ou marketing de conteúdo;
  • Estabelecer relacionamento com determinado público através de compartilhamento de conteúdos relevantes;

Enfim, podem surgir diversas necessidades e cada uma vai pedir uma ação, um canal, uma abordagem. Como hoje em dia muitas pessoas “estão” conectadas durante várias horas do dia, em quase todas as estratégias se faz necessário o uso das mídias digitais. Mas, existem situações, públicos e marcas que não utilizam ações no ambiente digital.

O que acontece é que, mesmo que a marca escolha não estar presente em determinados lugares dentro do ambiente digital, não é mais só a marca quem escolhe isso. Hoje, as pessoas têm o poder da comunicação em suas mãos, literalmente, e com isso a marca pode acabar aparecendo em um site de redes sociais por intermédio de um consumidor. E se ela (a marca) não estiver lá pra se defender ou pra se relacionar com essas pessoas, estará perdendo a oportunidade de criar uma reputação e estabelecer um relacionamento de proximidade com seus públicos de interesse.

São várias decisões que precisam ser tomadas e tudo deve ser feito com foco nas pessoas. Sempre nas pessoas. Rede social não tem este nome à-toa. Mídias sociais não tem este nome à-toa também. O social aí se refere às pessoas.

Redes sociais e internet não são redes de computadores, mas de pessoas usando computadores.

Conrado Adolpho

Se você quer começar a utilizar o marketing digital em sua empresa, recomendo que comece fazendo uma análise do quanto você valoriza as pessoas e como você as enxerga no processo organizacional. Depois, entenda sobre marketing, princípios fundamentais de marketing como produto, serviço, segmentação, público, distribuição, promoção, satisfação, fidelização. Mas, o mais importante de tudo é que se você ama pessoas, você inevitavelmente vai fazer um bom marketing, seja no ambiente digital ou não.

Texto publicado originalmente no Linkedin.

Deixar uma resposta

EnglishPortugueseSpanish